Tomé e Bino comovidos

  • 22 nov, 00:00
Veja episódio na integra

Abel (Júlio César) anda de volta dos chás e Glória (Catarina Avelar) anda de volta dele, tentando ser sedutora. Aida (Ana Guiomar) apercebe-se e fica estupefacta. Glória convida Abel para ir beber um chá a sua casa e Aida esbugalha os olhos.

São (Sílvia Rizzo) pensa que Fernando (Manuel Marques) lhe fez a surpresa de lhe comprar um colchão, mas fica furiosa quando Bino (Pedro Alves) diz que foi ele que comprou o colchão. Bino encaminha os entregadores para o quarto "dele".

Aida faz gestos a António (Luís Simões) para que repare em Glória a fazer-se a Abel, mas ele não percebe nada. Glória insiste em convidar Abel para ir a sua casa e conversarem sobre as maleitas que têm em comum. António vai ter com Glória e Abel e pergunta o que se passa, já que Aida não para de lhe dizer para os observar. Glória fica envergonhada.

Corcovada (Maria do Céu Guerra) e o Sôtor (José Carlos Pereira) conversam animadamente e ela diz-lhe que o seu novo look está aprovadíssimo. Corcovada oferece-se para lhe comprar umas roupas novas e convida-o para beber uma caipirinha. Ela diz que nunca bebeu com ele porque era médico, mas ele diz que agora como guru vai aceitar. 

Isabel (Marta Melro) fica irritada por Mário (Pedro Giestas) a acusar de pactuar com as manias das doenças de Abel. Isabel diz que tentou dissuadi-lo de não ir novamente ao médico e Alice (Telma Cardoso) lembra que o avô consegue ser muito teimoso. Abel fica ofendido e insiste que é doente e que a família quer é vê-lo morto. 

Corcovada e o Sôtor fazem um brinde aos recomeços. Manel (Vítor Norte) aparece e fica surpreendido por ver o Sôtor com um novo look. Manel repara no cabelo e depois comenta a nova roupa. Manel diz que aquelas roupas parecem de mulher e o Sôtor acha piada. 

O Padre (Carlos M Cunha) está descansadinho da vida quando Glória entra por ali adentro muito aflita e diz que precisa de se confessar, pois sucumbiu ao pecado da carne. O Padre fica muito surpreendido e tenta perceber se ela sucumbiu literalmente. 

Tomé (Pedro Teixeira) vai visitar Bino e este fica muito irritado, pois julga que ele vem gozar o prato. Tomé avisa que não é nada disso e que apesar de terem as suas guerras, não está nada feliz com esta situação. Tomé lembra que também tiveram momentos bons e Bino fica desconfiado. Ainda assim olham um para o outro, envergonhados, mas comovidos. 

Carlos (Rodrigo Paganelli) encontra Ana Carolina (Beatriz Barosa) na cozinha, vai direto a ela e beija-a. Ela pergunta-lhe o que foi aquilo e ele diz que foi o que tinha que ser e que não vai cometer o mesmo erro duas vezes. Ficam muito sérios a olharem um para o outro. Ana Carolina pergunta a Carlos de que erro é que ele está a falar. Carlos afirma que andam feitos gato e rato e não são claros um com o outro. Carlos não quer que isso volte a acontecer. Ana Carolina fica admirada com a determinação dele.

Bino, emocionado, pergunta a Tomé se está a gozar com ele. Tomé diz que apesar de todas as discussões, há amizade entre eles. Bino e Tomé emocionam-se e vão para se abraçar, mas à última hora desistem. Assumem um ar profissional e começam a falar sobre o presépio. São, furiosa, aparece com uma gaiola com um rato e questiona Bino. 

Glória sai do confessionário envergonhada e o Padre, divertido, diz-lhe que não precisa de fazer nenhuma oração, pois não pecou. O Padre diz que é perfeitamente normal Glória voltar a gostar de alguém e fica a falar com Deus sobre o poder do amor. Nisto surge Celeste (Margarida Antunes) e o Padre fica encabulado.

Episódios

Mais Episódios