Carlos quase morreu após ficar preso numa grua de 500 toneladas

  • 20 set, 18:27

No «Goucha», o convidado recorda o acidente de trabalho que quase lhe tirou a vida.

Carlos Gaspar tinha apenas 21 anos quando um acidente de trabalho quase lhe roubou a vida. Carlos estava com outra pessoa num passadiço da Termoelétrica de Sines quando uma grua de 500 toneladas caiu. Os dois homens evitaram o impacto direto mas ficaram presos na amálgama de ferros.

Carlos sofreu ferimentos muito graves na perna direita e um esmagamento do sacro e do ilíaco. Esteve em coma induzido durante uma semana, a que se seguiram vários meses acamado e depois em fisioterapia intensiva. Apesar disso, nunca deixou de ter um espírito positivo e de superação.

Treze anos depois do acidente, Carlos vive com algumas sequelas físicas que permanecerão para o resto da vida mas nunca deixou que essas o impedissem de cumprir os seus sonhos.

MAIS