Goucha anuncia conversa com convidada especial: «Algo há que temos em comum»

  • 6 fev, 13:35
quinta-feira
quinta-feira

Mais uma conversa a não perder com Manuel Luís Goucha, no programa da tarde da TVI.

Manuel Luís Goucha usou as suas redes sociais para promover o programa Goucha do dia 6 de fevereiro. A convidada é Cláudia Lopes, jornalista, e o apresentador fez questão de deixar no ar algo que terão em comum. O que será?

Foi uma cara da TVI durante vários anos, mais de 13 ligada ao jornalismo desportivo. Cláudia Lopes é hoje minha convidada. Algo há que temos em comum e não é de todo o gosto pelo desporto e em particular pelo futebol. Que será? Saiba hoje no @gouchatvi

Enquanto espera pela conversa, reveja a do último programa com Joana Amaral Dias:

Joana Amaral Dias é, por vezes, associada a algumas polémicas e não deixa nada por dizer. Por isso, hoje é nossa convidada para falar sobre algumas delas. 2023 ficou marcado por vários assuntos sensíveis, entre os quais a eleição de Maria Machete como Miss Portugal. Trata-se da primeira mulher transgénero a ser eleita no nosso país. Sem papas na língua, Joana Amaral Dias deu a opinião polémica: «Não considero que seja uma mulher»

«Eu venho de ciências. Para mim, uma mulher é um ser humano que tem o cromossoma XX e o homem tem o cromosssoma XY e isso é imutável, a pessoa pode fazer as cirurgias que quiser».

Joana Amaral Dias falou ainda de como a inserção de transgénero no desporto pode vir a afetar resultados.

O filho mais velho da psicóloga tinha sido acusado de violência doméstica e agora absolvido do crime. Algo que deixa Joana Amaral Dias satisfeita por ver justiça feita.

Quem também foi absolvida em tribunal foi a sua madrasta, que tinha sido acusada por envenenar o pai.

Joana Amaral Dias falou ainda do «fascínio» por psicopatas e do seu livrp «Psicopatas Portugueses», onde dá a conhecer protagonistas da criminologia portuguesa.

MAIS

Mais Vistos

Casos Reais

Fotos

Vídeos