Luís vive com uma doença degenerativa grave: «Vou lutar até ao fim da minha vida»

  • 17 mai, 18:18

No «Goucha», o convidada recorda como a Esclerose Lateral Amiotrófica tem mudado a sua vida.

Luís Batista tem 41 anos e mais de metade da sua vida teve contacto com uma bola de futebol. Foi carpinteiro durante quase 20 anos e mesmo assim, com toda a atividade física na vida do nazareno, uma doença acabou por apanhar o ex-futebolista: Esclerose Lateral Amiotrófica. Nem com todas as dificuldades que a doença neurológica degenerativa trouxe para a vida de Luís, foram o suficiente para ele baixar os braços:

Tem 3 filhos, dois, fruto da relação com a sua mulher, Rita Ferreira, a estrutura familiar que Luís precisou e continua a precisar na sua luta pela vida. Continua a trabalhar numa empresa de plástico, com o mesmo cargo, responsável de armazém, e quer continuar ativo, uma palavra que sempre o definiu.

Luís pretende agradecer a todos que o ajudaram e quis contar a sua história, de forma a servir de inspiração e exemplo para muitos que pensam em desistir à primeira dificuldade.
 

MAIS

Mais Vistos

Mais Vistos Dois Às 10

Receitas

Fotos

Vídeos