Beatriz luta contra a anorexia: “Não queria acordar, não queria sair da cama”

  • 28 mar, 18:13

NO «GOUCHA», CONVERSÁMOS COM UMA JOVEM QUE LUTA CONTRA A ANOREXIA. UM PROCESSO QUE COMEÇOU COM UMA SIMPLES DIETA DURANTE O CONFINAMENTO

Tem 17 anos e trava uma luta contra a anorexia. No ‘Goucha’, Beatriz conta a sua história que teve início durante a pandemia. Confinada como tantos outros milhares de jovens no país, decidiu começar a ter uma alimentação mais cuidada e a praticar exercício físico recorrendo a vídeos na internet. Os resultados fizeram-se sentir e a jovem perdeu 11 kg em quatro meses.

Mas Beatriz foi perdendo o controlo e a dieta culminou numa obsessão e num sentimento permanente de tristeza. “Deixou de rir”, recorda a mãe, que chegou a temer que a filha pensasse em suicídio. A jovem viria a ser diagnosticada com anorexia e toda a família acabou arrastada para este drama.

Nesta entrevista, Beatriz, acompanhada pela mãe, conta todo o processo de luta contra a doença. “Eu não queria acordar, não queria sair da cama”, recorda, admitindo que viveu numa obsessão desde o dia em que reparou numa fotografia sua e não gostou do seu corpo. “Isto não pode continuar”, pensou. E o confinamento, passado um mês, foi o gatilho para desencadear um processo emocional e fisicamente doloroso.

A psicóloga que acompanhou Beatriz também esteve presente no programa e explicou o processo de tratamento, alertando que é importante os pais validarem as emoções dos filhos e que a anorexia, no limite, comporta “risco de morte”.

Hoje, Beatriz diz-se feliz e bem, melhorou a relação com os pais, com o irmão e com o namorado.

MAIS

Mais Vistos

Mais Vistos Dois Às 10

Receitas

Fotos

Vídeos