Ângela já pode engravidar do falecido marido: «Estou muito feliz»

  • 27 jun, 18:37

No «Goucha», a convidada veio contar-nos as novidades da sua história, que emocionou o país.

Ângela Ferreira, a mulher que deu a cara pela luta da legalização da inseminação pós-morte, pode, agora, tentar engravidar do marido, Hugo, que faleceu em 2019 com cancro: «Estou muito feliz».

Até agora, a entidade reguladora da medicina de reprodução, fazia uma interpretação redutora da nova lei da procriação medicamente assistida e entendia que o texto legal só permitia o recurso à inseminação artificial pós-morte. Agora, passou a ser permitida a conceção de um pós-morte com qualquer técnica de procriação medicamente assistida.

A convidada falou sobre o futuro e os próximos passos a dar até nascer o sonho.

MAIS

Mais Vistos

Mais Vistos Dois Às 10

Receitas

Fotos

Vídeos