Tobias deixou de ser padre: «Se continuasse, podia tornar-me numa pessoa de que não iria gostar»

  • 21 set, 18:20

No «Goucha», o convidado fala das razões que o levaram a deixar o sacerdócio.

Tobias Rodrigues, decidiu entrar para o seminário, em Angra do Heroísmo, nos Açores, aos 18 anos. Foi um seminarista pouco convencional, de cabelo comprido, e chegou a fugir à noite para ir à discoteca. Decidiu abandonar o sacerdócio há 13 anos. Casou e teve uma filha, a Irene de 9 anos, mas garante que a mudança de vida não foi por amor: «Se continuasse, podia tornar-me numa pessoa de que não iria gostar»

O convidado admite que começou a sentir-se infeliz enquanto padre e que as mudanças na igreja não aconteciam ao ritmo que desejava.

O casamento durou 10 anos. Tobias mudou de vida, mas manteve-se ao serviço dos outros, fez um mestrado em resolução de conflitos e dá formação em empresas em Barcelona.

Viu a sua missão enquanto padre ao serviço dos outros, para terem uma vida melhor com mais sentido. Veja os vídeos para conhecer toda a história.

MAIS

Mais Vistos

Mais Vistos Dois Às 10

Receitas

Fotos

Vídeos