Francisco e o assumir da homossexualidade: «Não vou fazer tratamento, isto sou eu»

  • 21 jan, 18:35

No «Goucha», o convidado emociona-se ao recordar o momento em que contou a verdade aos pais.

Há duas equipas amadoras de Futsal LGBTI em Portugal, que estão a trilhar o caminho para a inclusão no desporto: são os “Lisbon Foxes” e os “Douro Bats”. Não são federadas, mas não excluem essa hipótese para futuro. Em estúdio recebemos alguns jogadores, que falaram das suas histórias de vida. Francisco Matias foi o convidado que mais se emocionou, ao relembrar quando apenas aos 28 anos se assumiu aos pais. A reação inicial do pai foi negativa, no entanto, Francisco não hesitou: «Não vou fazer tratamento, isto sou eu»

Apesar da reação negativa do pai, Francisco explicou que pouco depois convivia da melhor forma consigo e com o seu namorado. Admite que viveu muito tempo recolhido, escondendo a sua verdade, e quando se «libertou» foi a melhor coisa que podia ter acontecido.

Ouvimos ainda outros três testemunhos que falaram da importância destas equipas, que têm como missão tornar as quatro linhas mais tolerantes à diferença e seguem o exemplo de outros países, como o Brasil, que tem já um campeonato de Futebol LGBTI.

MAIS

Mais Vistos

Mais Vistos Dois Às 10

Receitas

Fotos

Vídeos