Cristina interrompeu uma gravidez aos 5 meses: «Foi descobrir o pior lado de mim mesma»

  • 19 mai, 18:35

No «Goucha», Cristina Felizardo, conselheira de luto, surpreende o apresentador com a sua história de vida.

Cristina Felizardo dedica-se a ajudar os outros: é conselheira de luto. A sua caminhada ensinou-a a transformar o sofrimento em algo maior. O seu testemunho é um exemplo de superação. Depois de perder um primeiro bebé, Cristina deu à luz o filho Rodrigo, que nasceu com uma síndrome rara com várias complicações de saúde associadas. Foi ainda impedida de ser mãe pela terceira vez, sendo obrigada a interromper a gravidez aos cinco meses de gestação, devido a malformações do bebé: «Foi descobrir o pior lado de mim mesma».

«Se houve um momento em que bati no fundo, foi aí. Senti que estava a fazer a escolha sobre aquela vida, fui eu que assinei o papel, era recomendação médica, mas a escolha foi minha». Mais tarde, a convidada percebeu que foi um ato de amor, pois o filho ia nascer com muitos problemas.

Enfrentou um divórcio complicado. Nas curvas apertadas da vida, Cristina Felizardo teve de aprender a reerguer-se sempre que enfrentava perdas ou sofrimentos. Publicou, no ano 2020, «Plano C para a Felicidade», um livro que relata histórias de superação que acompanhou e que mostra outra perspetiva da vida, mesmo quando o destino nos troca as voltas. 

MAIS

Mais Vistos

Mais Vistos Dois Às 10

Receitas

Fotos

Vídeos