Depois de saber que Manuel (Diogo Infante) foi o responsável pela morte de Tomás (Vítor D’Andrade), Guilherme, o pai de Tomás, está disposto a tudo para se vingar. 

 

Desvairado, Guilherme chega a casa de Maria João (Fernanda Serrano) e diz que quer fazer justiça. Um grupo de polícias agarra-o, quando surgem Margarida e Maria João. A mulher de Manuel tenta acalmá-lo, mas este aponta-lhe uma arma. Guilherme acusa ainda Maria João de dar guarida a um assassino e começa a chamar por Manuel.  Acaba por fazer Maria João e Margarida reféns. 

 

Joaquim recebe um telefonema a contar que Guilherme fez reféns na casa de Maria João. Vítor (Luís Esparteiro) manda Miguel (Fernando Pires) e Óscar (Sabri Lucas) para lá. Guilherme continua a chamar por Manuel quando o seu telemóvel toca e vê que é Vítor quem lhe liga. Guilherme chama Manuel e ameaça dar um tiro em Maria João e Margarida. Enquanto isso, Manuel, calmo, ignora os gritos. 

 

Rosa (Maria Emília Correia) chega a casa e depara-se com o aparato policial. Um PSP diz que ela não pode entrar, pois Maria João e Margarida foram feitas reféns.  Rosa acaba por ligar a João (João Catarré) para lhe contar o que se está a passar. João liga de seguida a Margarida e fica a ouvir o que se passa na casa. Enquanto isso, Margarida tenta apelar ao sentimento de Guilherme, mas este vinca que tem de fazer justiça. Maria João refila e Guilherme dá-lhe um tiro na perna. Manuel continua calmamente sentado, reagindo com uma expressão mais de curiosidade do que de choque.  

 

Guilherme prepara-se para ir à procura de Manuel, quando a PJ entra pela sala e diz-lhe para baixar a arma. Guilherme, ao ver-se encurralado, vira a arma para si e dispara. 

 

Quando Manuel aparece, Margarida, furiosa, pega na arma de Guilherme e aponta-lha, mas Óscar consegue tirar-lha. João entra e diz a Margarida que acabou. Margarida diz que não e olha para Manuel. 

 

Irá Margarida tentar acabar com Manuel? Descubra tudo nos próximos episódios de «Jogo Duplo».