18 nov 2019 09:56

Um «pesadelo» chamado Olivier

O conceituado chef marcou presença na semifinal do programa e deixou os aspirantes à beira de um ataque de nervos.

Esta semana, a escassos dias da grande final, os quatro aspirantes em competição foram novamente postos à prova num ambiente semelhante ao de uma cozinha profissional. 

Tudo aconteceu na primeira prova do dia e, como não poderia deixar de ser, os cozinheiros amadores voltaram a ser surpreendidos por um convidado de excelência. Olivier da Costa, prestigiado chef português foi o anfitrião da primeira prova da noite e prometeu não facilitar em nada a vida dos aspirantes. 

Desta forma, os cozinheiros amadores para além de terem sentido na pele o que significa trabalhar num restaurante profissional, sob os comandos do chef Olivier, tiveram ainda a terrível missão de reproduzir o menu de cinco pratos preparados pelo convidado. 

Divididos em duas equipas, Ana Sofia e Tiago, Rúben e Margarita enfrentaram um terrível desafio em que apenas a «mise-en-place» estava parcialmente preparada e o tempo era bastante limitado para garantir que os pratos estariam prontos a horas. 

Durante a prova, o chef Olivier, prometia transformar a vida dos aspirantes num inferno e cumpriu. Várias foram as vezes em que elevou o tom de voz para os aspirantes e mandou para trás os pratos confeccionados. 

No fim, e ainda antes de abandonar a cozinha, Olivier deixou as portas abertas aos concorrentes garantindo-lhes que se um dia necessitassem de alguma ajuda, poderiam sempre contar com ele. Depois disso, Ana Sofia recebeu a melhor notícia que podia ter na competição: tornar-se a primeira finalista do programa. 

Continue desse lado e não perca as emoções da última semana da competição!