Afonso Nogueira

Miguel Nunes

A minha família é como um smartphone: quando nos começamos a familiarizar com o seu funcionamento, lançam uma atualização de software. Por exemplo, o meu pai, que só tinha um tema de conversa – Diamond Homes – agora decidiu experimentar Air Yoga. Quem sabe se, virado de cabeça para baixo, os neurónios não voltam ao lugar. Quanto ao vírus que se infiltrou na nossa vida, a minha madrasta, a Carmo, já que não o posso apagar, prefiro nem sequer falar nele. Eu e a Sara até nos damos bem, desde que o assunto não seja nenhuma das nossas queridíssimas mães. Temos um acordo tácito que, quando é quebrado, desinstala a aplicação da paz. FYI: eu e ela nascemos no mesmo dia e no mesmo ano. Aliás, foi por causa desta infeliz coincidência que os meus pais se separaram. Quando eu fiz dez anos, foi inaugurada a Disneyland Paris. Como presente de aniversário, os meus pais levaram-me lá. E quem teve a mesma ideia? A oportunista da Maria do Carmo. Foi lá que todos nos conhecemos. Se ela pensa que a minha mãe já se esqueceu desse golpe, está muito enganada. A guerra da reconquista vai dividir a família.