Rita Lobo Trindade

Margarida Serrano

Vida de criança não é fácil. E nem vale a pena reclamar, é melhor obedecer para não sofrer ainda mais. Eu tenho um défice de atenção. Deve ser porque a minha mãe era viciada em drogas, mas eu só vou saber isso mais tarde. Por enquanto, no que eu acredito é que os meus pais se chamam Lúcia e Pipo. A minha mãe não tem paciência nenhuma para as minhas dificuldades na escola. Ela é a rainha dos sermões e, ainda por cima, obriga-me a fazer montes de coisas que eu não gosto. Já o meu pai diz que eu sou a princesinha dele, mas uma princesa que tem de estudar, ir às explicações, fazer os trabalhos… Nos filmes as princesas não são nada assim. Eu encontrei uma solução para me livrar dos ralhetes lá em casa: o meu primo Tiago, que é um geniozinho, faz todos os meus TPC’s. É claro que o espertinho não me ajuda de graça, eu tenho de lhe pagar. Às vezes, para arranjar esse dinheiro, sou obrigada a fazer coisas muito feias. Já está com pena de mim? Então prepare-se… Esta não é a parte pior da minha vida.