Jornal A Bola avança com rescisões que podem chegar às 60 pessoas, denuncia sindicato - TVI

Jornal A Bola avança com rescisões que podem chegar às 60 pessoas, denuncia sindicato

  • Agência Lusa
  • PF
  • 29 ago 2023, 19:50
Jornalismo

Segundo adiantou Luís Simões, a gestão do Ringier Sports Media Group, que comprou a publicação recentemente, está a "chamar imensas pessoas e a apresentar propostas que os trabalhadores estão a considerar baixas"

Os novos donos do jornal A Bola estão a avançar com um processo de rescisões que poderá afetar 60 trabalhadores, tendo chamado vários profissionais a reuniões nesse sentido, disse esta terça-feira à Lusa o presidente do Sindicato dos Jornalistas.

Segundo adiantou Luís Simões, a gestão do Ringier Sports Media Group, que comprou a publicação recentemente, está a "chamar imensas pessoas e a apresentar propostas que os trabalhadores estão a considerar baixas".

De acordo com o dirigente sindical, que também trabalha na publicação que inclui ainda a televisão e o digital, em cima da mesa poderão estar cerca de 60 trabalhadores de um grupo que conta neste momento com perto de 150 pessoas.

Luís Simões aconselha os visados pelas rescisões a procurar aconselhamento jurídico, apontando que há pessoas "com mais de 20 anos ou 40 anos de casa" a ser chamadas às reuniões.

O dirigente sindical indicou ainda que há vários trabalhadores que já aceitaram as propostas e criticou a empresa por estar a tentar concretizar o processo com muita rapidez.

Contactado pela Lusa, o Ringier Sports Media Group disse que "está empenhado em preservar o legado de A Bola enquanto garante o seu futuro", assegurando que "mudanças são inevitáveis para este propósito e para garantir que A Bola mantém o seu estatuto de líder dos media desportivos".

Sem confirmar as rescisões, o grupo diz que tem em curso "um processo de tomada de decisões e não é correto falar sobre o mesmo até o processo estar devidamente concluído".

Continue a ler esta notícia