Abel: «Faz lembrar as provas de Fórmula 1 no Mónaco» - TVI

Abel: «Faz lembrar as provas de Fórmula 1 no Mónaco»

Abel Ferreira (Cesar Greco/Palmeiras)

«O Palmeiras vai perder. Não sei quando, mas vai perder», avisa o treinador português

Relacionados

O Palmeiras garantiu a presença na final do Campeonato Paulista graças a um triunfo frente ao Ituano (1-0) no Allianz Parque. Abel Ferreira tornou-se o treinador com mais jogos decisivos ao serviço do Verdão (11), ultrapassando Luiz Felipe Scolari (10).

O técnico português mostrou-se satisfeito com a vitória, mas não com a magra vantagem. «O jogo teve sentido único e um jogador que fez toda a diferença, porque poderia ter sido três ou quatro a zero. Parece que ele (Jefferson, guarda-redes do Ituano) atraía a bola, ela ia para ele.  Mas acabámos por garantir a passagem com toda a justiça.»

Água Santa e Red Bull Bragantino - equipa treinada por Pedro Caixinha - disputam a outra meia-final. O Palmeiras parte como favorito para a final do Paulista.

«Parece fácil, não é? Agora somos obrigados a ganhar.... O Palmeiras vai perder. Não sei quando, mas vai perder. Não somos obrigados a ganhar. O que digo é que somos obrigados a deixar tudo em campo, é a única obrigação. É fácil estar sentado aqui e dizer um monte de coisa. Mas o Água Santa passou, o Ituano também. Parece fácil, mas foi difícil, e vocês viram. Precisamos de concentração, porque o mínimo erro....Faz lembrar as provas de Fórmula 1 no Mónaco, em que os pilotos dizem que com um erro, está fora. Hoje era assim, não havia margem. Um erro contra esta equipa e estávamos fora», salientou Abel Ferreira.

O treinador luso procura evitar um eventual relaxamento da sua equipa: «É preciso treinar de segunda a sexta, todas as semanas, todos os meses, de forma consistente. Se nos sentarmos à sombra do que ganhámos, vamos perder. Não vamos ganhar sempre, só peço que entreguem tudo. Se vamos ganhar, não sei, temos essa intenção, jogamos para ganhar.».

Continue a ler esta notícia

Relacionados