Dois trabalhadores morrem após queda de andaime na fábrica da Repsol em Sines - TVI

Dois trabalhadores morrem após queda de andaime na fábrica da Repsol em Sines

  • Agência Lusa
  • AFM
  • 12 fev, 18:59
Ambulância do INEM (Getty)

Vítimas, ambas de nacionalidade brasileira, tinham 21 e 37 anos

Dois homens morreram esta segunda-feira num acidente de trabalho na fábrica da Repsol Polímeros, em Sines, ao caírem de “uma altura de mais de 30 metros”, revelou fonte da Autoridade para as Condições do Trabalho.

Segundo a mesma fonte, os dois trabalhadores “estavam a desmontar uma estrutura e caíram de uma altura de mais de 30 metros”.

A ACT já mobilizou para o local uma equipa de inspetores para proceder às necessárias averiguações e apuramento das causas do acidente, segundo a fonte.

Contactada pela Lusa, fonte do Comando Territorial de Setúbal da GNR revelou que as vítimas tinham 21 e 37 anos, sendo ambas de nacionalidade brasileira.

Fonte do Comando Sub-Regional de Emergência e Proteção Civil do Alentejo Litoral indicou que foi dado aos bombeiros, às 16:29, o alerta para uma queda de estruturas temporárias ou móveis.

Tratou-se “da queda de um andaime na fábrica da Repsol Polímeros, com duas vítimas”, disse o comando sub-regional, escusando-se a fornecer outros pormenores.

Para o local foram mobilizados 13 operacionais, apoiados por seis veículos, entre meios dos bombeiros, GNR e Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Continue a ler esta notícia