Funcionário da Câmara Municipal de Mirandela acusado de abuso de poder - TVI

Funcionário da Câmara Municipal de Mirandela acusado de abuso de poder

  • Agência Lusa
  • 16 out 2023, 15:08
Justiça

Ministério Público entende que o arguido violou os deveres funcionais a que se encontrava sujeito

O Ministério Público (MP) acusou um funcionário da Câmara Municipal de Mirandela de dois crimes de abuso de poder, revelou esta segunda-feira a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto.

Segundo publicado na página oficial da PGD, os factos foram praticados enquanto funcionário na Divisão de Urbanismo e Ordenamento do Território e depois na Divisão de Fomento Territorial daquela autarquia do distrito de Bragança.

Considera o MP que o arguido, "excedendo a autorização que lhe tinha sido concedida para exercício de funções particulares, através de sociedade por si constituída e com a colaboração de trabalhadores desta (que assumiram formalmente a autoria dos projetos), elaborou dois projetos de obras particulares, nos quais, na qualidade de funcionário, emitiu pareceres favoráveis”.

Desta forma, entende o Ministério Público que o arguido violou os deveres funcionais a que se encontrava sujeito.

Continue a ler esta notícia