Um empresário de Gauteng sequestrado há duas semanas foi resgatado esta quinta-feira pela polícia em Joanesburgo, capital económica da África do Sul, anunciou a corporação.

Em comunicado, a porta-voz do comando nacional da polícia sul-africana, Athlenda Mathe disse que o empresário foi sequestrado a 7 de janeiro, sem avançar mais detalhes.

Na operação, a polícia prendeu seis homens suspeitos de serem membros de um sindicato que fazia sequestros para obter resgates de empresários na província sul-africana de Gauteng, salientou.

Segundo a polícia sul-africana, o grupo de sequestradores estava sob vigilância há algum tempo e foi implicado em pelo menos 16 casos de rapto.

A polícia efetuou rusgas em quatro residências utilizadas pelo grupo em várias zonas no leste da grande Joanesburgo.

Foram aprendidos cinco carros de luxo, 20 telemóveis e 30 aparelhos portáteis de localização GPS, entre outros artigos, explicou a porta-voz policial sul-africana.

Em novembro, o Governo sul-africano anunciou que nos três meses de julho a setembro do ano passado o número de sequestros “duplicou” no país, com mais de 4.000 casos reportados pela polícia.

/ CF