Presidente egípcio amnistia ativista preso há dez anos por protestos em 2011 - TVI

Presidente egípcio amnistia ativista preso há dez anos por protestos em 2011

  • Agência Lusa
  • DCT
  • 19 ago 2023, 11:32
Ahmed Douma (Associated Press)

Ahmed Douma cumpria uma pena de 15 anos de prisão acusado de incitar à violência nas manifestações de 2011.

O Presidente do Egito, Abdel Fattah al-Sisi, amnistiou o ativista e 'blogger' Ahmed Douma, preso há dez anos por ter participado nos protestos em 2011 contra o ex-chefe de Estado Hosni Mubarak.

O perdão concedido a Douma foi confirmado pelo advogado Tarek Elawady, que é membro da comissão de indultos presidenciais.

Um outro advogado, Khaled Ali, especialista em direitos humanos, disse "aguardar a saída de Douma" da prisão, filmando-se à porta do estabelecimento.

Ahmed Douma cumpria uma pena de 15 anos de prisão acusado de incitar à violência nas manifestações de 2011.

A sua família pediu várias vezes o perdão presidencial e organizações de defesa dos direitos humanos e o Parlamento Europeu exigiram a sua libertação.

Continue a ler esta notícia