Thomas H. detido: é suspeito de espiar para a Rússia (e é funcionário das Forças Armadas da Alemanha) - TVI

Thomas H. detido: é suspeito de espiar para a Rússia (e é funcionário das Forças Armadas da Alemanha)

  • CNN Portugal
  • PF
  • 9 ago 2023, 16:54
Bundeswehr (AP)

"Podemos esperar mais operações de espionagem clandestinas e agressivas da Rússia"

As autoridades alemãs detiveram esta quarta-feira em Koblenz um funcionário das Forças Armadas do país, as Bundeswehr, por ter espiado para a Rússia.

De acordo com a Reuters, que cita o gabinete do Procurador Federal da Alemanha, o homem, de nome Thomas H., dirigiu-se de livre e espontânea vontade à embaixada russa em Berlim, bem como ao consulado russo em Bona, e ofereceu a sua ajuda.

Thomas H. trabalhava no departamento de tecnologias de informação das Forças Armadas da Alemanha e é suspeito de, em pelo menos uma ocasião, ter passado aos serviços de informação da Rússia informações confidenciais que obteve devido à natureza da sua profissão.

Segundo a imprensa alemã, o mandado de captura foi emitido a 27 de julho e o arguido enfrenta agora até 10 anos de prisão. Contactado pela Reuters, o Ministério da Defesa da Alemanha recusou comentar a detenção.

Em junho, a Procuradoria-Geral da Alemanha alertou para o grande crescimento da atividade de espiões russos no país desde o início da guerra na Ucrânia, tendência que acredita que continuará em curso.

"No futuro, podemos esperar mais operações de espionagem clandestinas e agressivas da Rússia, bem como atividades cibernéticas provenientes desse país", disse a procuradoria num relatório, citado pela DW.

Em dezembro, as autoridades alemãs já tinham detido um funcionário do Serviço Federal de Informações (BND) suspeito de espiar para o Kremlin

A Alemanha é um dos maiores fornecedores de armamento à Ucrânia. De acordo com o Kiel Institute for the World Economy, Berlim já doou 7,5 mil milhões de euros em armamento para as forças de Kiev.

Continue a ler esta notícia