Tráfico de seres humanos: dezenas de detidos em operação da PJ no Alentejo - TVI

Tráfico de seres humanos: dezenas de detidos em operação da PJ no Alentejo

  • Henrique Machado
  • notícia atualizada às 11:26
  • 21 nov 2023, 09:55

Suspeitos retêm os vencimentos das vítimas e fazem fortuna, ostentando vários sinais exteriores de riqueza

A Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária colocou esta terça-feira de manhã em marcha mais uma grande operação de combate ao tráfico de seres humanos, com dezenas de buscas e pelo menos 28 detenções nas zonas de Évora e da vila de Cuba, apurou a CNN Portugal. Há centenas de inspetores envolvidos. 

Os suspeitos, além do tráfico de seres humanos, devem responder ainda por associação criminosa, falsificação de documentos e branqueamento de capitais, pela forma como exploram em condições sub-humanas e de semiescravidão, com fins lucrativos, centenas de trabalhadores estrangeiros em campos agrícolas sobretudo do alto Alentejo. 

Retêm os vencimentos das vítimas e fazem fortuna, ostentando vários sinais exteriores de riqueza. O esquema, tirado a papel químico de outros já desmantelados pela PJ, começa com a angariação de mão de obra ainda nos países de origem das vítimas, atraídas para uma vida melhor em Portugal – com alojamento, salários dignos e condições de trabalho, o que acaba por se revelar um logro. 

Há precisamente um ano, recorde-se, a PJ e o DIAP de Lisboa avançaram para uma operação quase idêntica no Alentejo, com incidência em Beja mas também na vila de Cuba, que passou por 35 detenções – as quais resultaram na aplicação de 28 prisões preventivas e três prisões domiciliárias.

Continue a ler esta notícia