Já fez LIKE no TVI Notícias?

«Quero continuar a jogar, mas tenho de encontrar a equipa certa»

Relacionados

Cédric Soares admite que não quer acabar a carreira, falou sobre Cristiano Ronaldo, o Europeu e o campeonato do Sporting

Aos 32 anos e de saída do Arsenal, Cédric Soares não quer pendurar já as chuteiras, mas sim procurar a «equipa certa», onde possa dar os «passos certos».

«Vou analisar. Vou perceber onde é que estará a melhor solução para eu continuar o meu trajeto. Neste momento estou muito focado na minha carreira, quero continuar a jogar por mais uns bons anos. Sinto-me bastante bem, tenho 32 anos. Por isso o meu objetivo agora é encontrar a equipa certa, onde eu continue a dar os passos certos e que possa ter competitividade», começou por referir no podcast 1 PARA 1. 

PUB

Depois de nove épocas na Premier League, o defesa é o sétimo português com mais jogos no principal escalão inglês. Por lá passaram nomes como Cristiano Ronaldo, com quem partilhou balneário na seleção e ainda apela aos colegas de balneário para estudarem o capitão português.

«Eu costumo falar às vezes com os jogadores da minha equipa e digo: “Estudem o Cristiano. Ele a atacar a área é o melhor jogador que tu podes ver.” Ele vai antes do cruzamento. Ele não espera pelo cruzamento para começar a correr. Ele começa antes. Os timings dele são fantásticos. Não sei se ele estuda isso, se é intuitivo. Mas ele faz isso muito bem», elogiou o internacional português.

Campeão europeu em 2016, Cédric acredita que se possa repetir o feito na edição de 2024, colocando mesmo Portugal no top-3 das melhores seleções: «Diria que se calhar temos dos melhores plantéis individuais. Diria que estamos no top-3. E temos uma vantagem: somos um bocadinho ‘underrated’. Temos um bocadinho menos ‘hype’ e eu gosto disso. Foi assim que fomos para o Euro 2016», acrescentou.

Por fim, o português falou sobre o facto do Sporting ter sido campeão na presente temporada, ele que esteve ligado ao clube durante 17 épocas:

«O Sporting fez um excelente campeonato. Acho que foram os justos vencedores e mereceram. Acho que foi muito importante para um clube como o Sporting conseguir este segundo título em tão pouco tempo. Acaba por consolidar e mostrar que continua a ser uma equipa gigante», concluiu.

PUB

Relacionados

Últimas