Já fez LIKE no TVI Notícias?

Número de mortos do sismo na Turquia e Síria aumenta para mais de 11.200

Relacionados

Em visita às zonas afetadas, Erdogan anunciou que cada família afetadas pelos terremotos receberão um apoio do governo

O número de mortos no sismo que atingiu o sudeste da Turquia e a vizinha Síria na segunda-feira aumentou para mais de 11.200, de acordo com um novo balanço provisório divulgado esta quarta-feira.

Na Turquia, o mais recente balanço regista 8.574, anunciou o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan que se encontra a visitar as áreas afetadas pelo sismo esta quarta-feira, com paragens programadas na cidade de Kahramanmaraş e na província de Hatay. 

PUB

Segundo o presidente turco, há ainda 49.133 feridos e foram destruídos 6.444 edifícios.

Já na Síria foram, até agora, registadas 2.662 mortes (1.376 do lado do governo e 1.286 do lado da oposição). O total provisório de vítimas mortais é agora de 11.236.

Segundo a agência estatal SANA, citada pela Reuters, perto de 300 mil pessoas foram forçadas a abandonar as suas casas na Síria por causa do terramoto. 

O mau tempo está a dificultar as operações de resgate e torna ainda mais difícil a situação de alguns dos sobreviventes, que sofrem com o frio e têm de recorrer a lareiras improvisadas.

PUB

Dez mil liras para cada família afetada

Em visita às zonas afetadas, Erdogan anunciou que cada família afetadas pelos terremotos receberão um apoio de 10 mil liras (494 euros), avança a agência turca Anadolu.

O presidente turco garantiu ainda que a missão do governo é "é realizar operações habitacionais em massa nas dez províncias durante um ano, tal como foi feito nas outras províncias onde aconteceram outras catástrofes".

A Autoridade de Gestão de Desastres e Emergências turca indicou que cerca de 60.200 membros das equipas de busca e salvamento, incluindo especialistas de mais de 70 países e de organizações não-governamentais, estão a trabalhar em missões de buscas e salvamento e remoção de escombros, no âmbito de um dispositivo que conta com mais de 100 aviões e helicópteros destacados.

As primeiras equipas de resgate estrangeiras chegaram na terça-feira. A União Europeia mobilizou 1.185 equipas de resgate e 79 cães de busca para a Turquia de 19 Estados-membros, incluindo França, Alemanha e Grécia.

PUB

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que 23 milhões de pessoas estão “potencialmente expostas, incluindo cerca de cinco milhões de pessoas vulneráveis", depois de já ter referido que teme “balanços oito vezes maiores que os números iniciais”.

O tremor de terra que sacudiu a Turquia ocorreu a 33 quilómetros da capital da província de Gaziantep, no sudeste do país, próximo da fronteira com a Síria, a uma profundidade de 17,9 quilómetros.

Segundo o USGS, o sismo registou uma magnitude de 7,8 e sentiram-se dezenas de réplicas, uma das quais de pelo menos 7,6.

PUB

Relacionados

Últimas