Andebol: FC Porto abre Fase Final com triunfo sobre Benfica - TVI

Andebol: FC Porto abre Fase Final com triunfo sobre Benfica

Andebol: FC Porto-Benfica (DR)

Dupla reviravolta, após arranques intermitentes, vale aos dragões o segundo lugar do grupo. Benfica cai para o terceiro posto, a quatro pontos do líder Sporting, que joga este domingo

Relacionados

O FC Porto triunfou, na noite deste sábado, na receção ao Benfica, por 36-32. No encontro que inaugurou o Grupo A da Fase Final da Liga, as águias entraram a vencer, consolidando a vantagem até ao 4-8. Se a entrada dos visitantes foi mais eficaz, a resposta dos anfitriões foi implacável.

Ao cabo de 18 minutos, António Areia consumou a reação do FC Porto, empatando o encontro a nove golos. De parada e resposta – e com Mitrevski e Capdeville em evidência entre os postes – a igualdade prevaleceu até à buzina para a pausa. O «dragão» Leonel Fernandes foi o responsável por conservar o empate (17-17).

Aquando da pausa, António Areia e Ricardo Brandão eram os destaques entre os dragões, com três golos. No outro lado, Gustavo Oliveira, Belone Moreira, Ole Rahmel e Filip Taleski marcaram por três ocasiões. Em todo o caso, Taleski, Alexis Borges, Paulo Moreno e Hedberg já acumulavam uma exclusão.

No reatar do «Clássico», o Benfica voltou a ser pragmático e eficaz, arrecadando uma vantagem de dois golos (20-22). Todavia, a resposta dos azuis e brancos voltou a ser determinante, com Rui Silva, Brandão, Mamadou Soumaré e Laeso a lançarem os anfitriões para a maior vantagem no encontro (33-28).

Já sem Alexis Borges em campo, as águias revelaram-se resignadas face ao desenrolar da partida. Aquando da derradeira buzina, o FC Porto festejou o triunfo por 36-32. Assim, no segundo tempo, a turma de Carlos Resende aplicou um parcial de 19-15.

Reveja, aqui, o filme deste jogo.

Numa noite pouco eficaz dos sete metros – três em oito – os portistas contaram com a inspiração do guardião Mitrevski, que, além de inúmeras paradas em momentos chave, marcou dois golos. Além do macedónio, também Mamadou Soumaré (sete golos), Laeso (cinco golos), Rui Silva e Leonel Fernandes (quatro golos) estiveram em evidência.

Do outro lado, Capdeville – que esta noite voltou a jogar com o nome de Quintana nas costas – foi o mais inconformado no Benfica. Na frente, Gustavo Oliveira (oito golos), Paulo Moreno e Alexis Borges (cinco golos) foram determinantes para manter as águias na disputa pelo resultado.

 

Uma semana depois de os azuis e brancos triunfarem nos «quartos» da Taça de Portugal, no reduto do Benfica, agora ascendem ao segundo lugar do Grupo A da Fase Final da Liga, com 32 pontos.

Por sua vez, o Benfica anota 30 pontos. Este domingo, o Sporting, líder, visita o ABC, em Braga (18h). Os leões levam 33 pontos.

Na próxima jornada, o FC Porto visita o ABC, na tarde de sábado (17h). Por sua vez, duas horas mais tarde, o Benfica visita o Sporting.

Continue a ler esta notícia

Relacionados