Em atualização

GUERRA AO MINUTO | Exército ucraniano destruiu bombardeiro estratégico russo Tu-22

Todas as informações mais recentes sobre o conflito na Ucrânia, que começou a 24 de fevereiro de 2022
2024-04-19

O que está a acontecer

2024-04-19
10:43

Zelensky visita linha da frente na região de Donetsk

O presidente da Ucrânia visitou, esta sexta-feira, um pelotão médico de paraquedistas na frente de batalha na região de Donetsk, no leste do país.

“Hoje, a região de Donetsk. Visitei os nossos defensores que estão em tratamento”, escreveu Volodymyr Zelenky no canal de Telegram, cita a Reuters.

2024-04-19
09:22

“Os nossos parceiros possuem as capacidades necessárias. Isso foi demonstrado nos céus do Médio Oriente e deverá funcionar também na Europa” - Zelensky volta a pedir apoio aos aliados

Numa publicação feita na rede social X - na qual lamenta mais um ataque russo em Dnipro - o presidente ucraniano volta a instar os aliados a reforçar a capacidade aérea da força aérea da Ucrânia.

“A Rússia deve ser responsabilizada pelo seu terror e todos os mísseis e drones “Shahed” devem ser interceptados. O mundo pode garantir isso e os nossos parceiros possuem as capacidades necessárias. Isto foi demonstrado nos céus do Médio Oriente e deverá funcionar também na Europa”, escreve Volodymyr Zelensky.

2024-04-19
09:19

Orpo diz que UE deve ajudar a Finlândia a impedir a chegada de migrantes da Rússia

A União Europeia deve tomar medidas para ajudar a Finlândia a evitar o afluxo de imigrantes através da Rússia, afirmou o primeiro-ministro finlandês, Petteri Orpo, citado pela Reuters.

2024-04-19
09:14

Duas pessoas foram detidas na Polónia por suspeita de terem atacado um assessor de Navalny

Duas pessoas foram detidas na Polónia por suspeita de terem atacado Leonid Volkov, um dos principais assessores exilados do falecido líder da oposição russa Alexei Navalny, noticia a Reuters, que cita a agência noticiosa estatal polaca PAP, citando o presidente lituano Gitanas Nauseda.

2024-04-19
07:44

Exército ucraniano destruiu bombardeiro estratégico russo Tu-22

O exército ucraniano afirmou ter destruído um caça-bombardeiro estratégico russo Tu-22, na sequência do ataque russo com mísseis e drones a cidades ucranianas na sexta-feira.
 
"Pela primeira vez, unidades de mísseis antiaéreos da Força Aérea, em cooperação com a Inteligência de Defesa da Ucrânia, destruíram um bombardeiro estratégico de longo alcance Tu-22M3, transportador de mísseis de cruzeiro Kh-22 usados por terroristas russos para atacar cidades ucranianas pacíficas", afirmou o comandante da Força Aérea, Mykola Oleshchuk, em comunicado através do Telegram.
 

2024-04-19
07:44

Pelo menos oito mortos em ataque russo com mísseis a Dnipropetrovsk

Pelo menos oito pessoas morreram ´´em Dnipropetrovsk, no sul da Ucrânia, quando a Rússia atacou a região com vários mísseis, anunciou fonte militar ucraniana.

"Oito pessoas foram mortas, incluindo duas crianças pequenas", escreveu o chefe da administração militar ucraniana na zona, Serguii Lisak, na plataforma de mensagens Telegram, calculando pelo menos 25 feridos.

Um balanço anterior das autoridades dava conta de pelo menos um morto e nove feridos.

Parte dos mísseis russos aterraram na capital regional de Dnipro, onde atingiram um edifício de cinco andares, provocando vítimas mortais.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, condenou o ataque e referiu danos na estação de comboios de Dnipro, cidade com cerca de um milhão de habitantes perto da linha da frente.

"Temos de derrotar o terror russo", escreveu Zelensky no Telegram, pedindo novamente aos aliados que enviem mais sistemas de defesa aérea para poderem abater "todos os mísseis e todos os [drones] Shahed" usados por Moscovo.

2024-04-19
07:00

Chasiv Yar, a nova "fortaleza da ucraniana" que vai ser o epicentro da guerra

Toda a frente de batalha na direção de Bakhmut depende desta pequena cidade. A sua queda pode transformar-se num prenuncio de tragédia para a Ucrânia. Para a Rússia, a incapacidade em conquistar esta pequena cidade pode, no entanto, obrigar Moscovo a desistir do Donbass
Leia mais aqui
2024-04-19
06:57

Zelensky pede defesas aéreas adicionais na sequência do ataque na região de Dnipropetrovsk

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky apelou ao reforço das defesas aéreas na sequência do ataque mortal da Rússia na região de Dnipropetrovsk, na sexta-feira.
 
"A Rússia tem de ser responsabilizada pelo seu terrorismo e todos os mísseis, todos os Shahed têm de ser abatidos. O mundo pode garantir isso e os nossos parceiros têm as capacidades necessárias", afirmou Zelensky. 

EM DESTAQUE