Académica lembra «herói» Artur Jorge: «O tempo trará justiça» - TVI

Académica lembra «herói» Artur Jorge: «O tempo trará justiça»

Artur Jorge, jogador da Académica de Coimbra na década de '60 (DR)

Artur Jorge orientou os «estudantes» por iniciativa própria, no princípio deste século. Antes, na década de '60, vestiu as cores da Briosa.

Relacionados

A Académica de Coimbra recorreu recorreu às redes sociais para, na manhã desta quinta-feira, se juntar ao coro de homenagem a Artur Jorge, no princípio do século treinador dos «estudantes».

«É dia de voltar ao ano de 2002. A Académica vivia uma das fases mais difíceis da sua história e Artur Jorge aparece a fazer o impensável. Um treinador que nos 12 anos anteriores tinha treinado “apenas” FC Porto, Benfica, PSG e seleção nacional, vinha para Coimbra em modo pró-bono», lê-se na publicação.

O então treinador assumiu o leme da Briosa aquando do seu regresso à Liga, em 2003. Antes, entre 1965 e 1969, representou a Académica enquanto jogador. Por isso, o emblema de Coimbra reitera, em tons de saudade: «É dia de lamentar a perda de um herói. Daqueles a quem a nossa casa ficou a dever um obrigado. Daqueles a quem o tempo se encarregará de trazer a justiça devida».

Artur Jorge faleceu, esta quinta-feira, aos 78 anos, vítima de doença prolongada.

 

Continue a ler esta notícia

Relacionados