Sobe para cerca de 500 o número de trabalhadores dispensados após paragem da Autoeuropa - TVI

Sobe para cerca de 500 o número de trabalhadores dispensados após paragem da Autoeuropa

  • Sofia Garcia
  • 12 set 2023, 19:25
Fábrica Autoeuropa (Foto: VW Media)

Novas rescisões vão ocorrer na Rangel Logistics Solutions e na Novacoat

Relacionados

Pelo menos 500 trabalhadores temporários vão ser dispensados devido à paragem de produção da Autoeuropa, são mais 200 que o último número avançado.

Na semana passada, já eram sabido que cerca de 300 funcionários a termo iriam ficar sem posto de trabalho, mas agora juntam-se 94 despedimentos na Rangel Logistics Solutions e outros 40 na Novacoat, com efeito já a partir de dia 15 de setembro.

Entre as empresas do Parque Industrial da Volkswagen Autoeuropa que vão despedir trabalhadores encontram-se a Autoeuropa, que já admitiu que vai dispensar 100 trabalhadores, mas também Benteler, Vanpro e SAS Motherson vão dispensar 40 trabalhadores cada uma.

Após o último comunicado de rescisões, na sexta-feira, o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente (SITE) do Sul avançou com um comunicado enviado às redações que o número de trabalhadorescdespedidos iria ascender a 650, mas as contas do sindicato incluem a empresa Visteon, que vai dispensar 300 funcionários com vínculo precário. Contudo, segundo apurou a CNN Portugal, o despedimento não se prende com a paragem de produção na Volkswagen, em Palmela. Apesar de fornecer a AE, a Visteon não é afetada com a suspensão anunciada e não vai sequer entrar em lay-off.

A Autoeuropa vai parar a produção durante nove semanas - de 11 de setembro a 12 de novembro - devido às dificuldades de um fornecedor da Eslovénia “severamente afetado” pelas cheias que ocorreram em agosto naquele país.

Continue a ler esta notícia

Relacionados