Quatro soldados arménios mortos após disparos das forças do Azerbaijão - TVI

Quatro soldados arménios mortos após disparos das forças do Azerbaijão

  • Agência Lusa
  • AG
  • 28 jun 2023, 07:58
Confronto militar em Nagorno-Karabakh

Situação ocorre após negociações que foram lideradas pelo secretário de Estado dos Estados Unidos

Quatro soldados da Arménia foram mortos esta quarta-feira após disparos das tropas do Azerbaijão em Nagorno-Karabakh, segundo as autoridades desta região separatista disputada pelos dois países.

"Unidades das forças armadas do Azerbaijão abriram fogo contra posições arménias" nas zonas de Martouni e Martakert durante a madrugada, utilizando artilharia e drones, disse o Ministério da Defesa separatista num comunicado na rede social Twitter.

"Quatro soldados foram mortos na sequência desta nova provocação do Azerbaijão", salientou a mesma fonte.

Este anúncio surge no momento em que Washington acolhe novas negociações entre a Arménia e o Azerbaijão com o objetivo de encontrar uma solução para o conflito em Nagorno-Karabakh.

O chefe da diplomacia norte-americana, Antony Blinken, reuniu-se separadamente na terça-feira com os homólogos da Arménia e do Azerbaijão, Ararat Mirzoian e Djeyhoun Baeramov.

As conversações estão a decorrer à porta fechada e deverão prolongar-se até quinta-feira.

"Continuamos a acreditar que a paz está ao nosso alcance e que o diálogo direto é a chave para resolver as questões pendentes e alcançar uma paz duradoura e digna" para ambas as partes, afirmou na segunda-feira o porta-voz do Departamento de Estado, Matthew Miller.

Os Estados Unidos já tinham promovido um encontro entre os dois ministros em Washington no início de maio.

Continue a ler esta notícia