Banco de Portugal entrega 371 milhões ao Estado em dividendos e impostos - TVI

Banco de Portugal entrega 371 milhões ao Estado em dividendos e impostos

  • ECO - Parceiro CNN Portugal
  • Rafael Ascensão
  • 17 mai 2023, 11:09
Notas, dinheiro, euro, poupança. Foto: Adrien Fillon/NurPhoto via Getty Images

O Banco de Portugal entregou um total de 371 milhões de euros ao Estado em 2022, ano em que a instituição registou 297 milhões de euros de lucros, uma queda superior a 41,5% face a 2021

Relacionados

O Banco de Portugal obteve lucros de 297 milhões de euros no ano passado e entregou ao Estado um total de 371 milhões de euros em dividendos e impostos, revelou esta quarta-feira no Relatório do Conselho de Administração relativo a 2022, numa diminuição de 268 milhões de euros face ao montante total que entregou em 2021.

Os resultados obtidos em 2022 possibilitaram a “distribuição de dividendos ao Estado no valor de 238 milhões de euros”, revela o banco, explicando que, tendo em consideração os impostos, “foram entregues ao Estado 371 milhões de euros”.

Esta distribuição de dividendos é possível porque o banco central apresentou lucros de 297 milhões de euros em 2022, naquela que foi, no entanto, uma queda superior a 41,5% face ao ano anterior, em que o Banco de Portugal tinha lucrado 508 milhões. Também o valor entregue ao Estado sobre os lucros de 2022 fica aquém dos 639 milhões de euros (406 milhões em dividendos mais 233 milhões impostos) que foram entregues sobre os lucros de 2021.

“No final de 2022, o balanço do Banco de Portugal totalizava 198 mil milhões de euros, menos 21 mil milhões de euros do que no final de 2021, interrompendo o ciclo de crescimento verificado nos últimos 7 anos. Esta evolução traduziu, principalmente, a diminuição do financiamento às instituições de crédito, promovida pela alteração da política monetária da área do euro”, lê-se ainda no Relatório do Conselho de Administração.

Continue a ler esta notícia

Relacionados