Medo de errar o IBAN? Banco vai dizer de quem é a conta para onde vai transferir - TVI

Medo de errar o IBAN? Banco vai dizer de quem é a conta para onde vai transferir

  • ECO - Parceiro CNN Portugal
  • Alberto Teixeira
  • 20 abr 2023, 11:02
multibanco, dinheiro, cartões, economia. Foto: Fernando Gutierrez-Juarez/picture alliance via Getty Images

Se é daquelas pessoas que têm de confirmar o IBAN várias vezes antes de fazer uma transferência bancária na app ou site do seu banco, vêm aí boas notícias para si

Relacionados

Quantas vezes têm de confirmar o IBAN antes de realizar uma transferência? Certamente não é a única pessoa com medo de transferir dinheiro para uma conta errada. Mas o Banco de Portugal prepara novidades: está a desenvolver uma funcionalidade que vai permitir que se conheça o beneficiário quando transfere dinheiro para outra conta.

“O objetivo é que os utilizadores possam confirmar o destinatário da transferência quando iniciam uma transferência a crédito, normal ou imediata”, explica o supervisor liderado por Mário Centeno ao ECO. É um elemento muito valorizado pelos clientes bancários, sejam particulares ou empresas, aponta o Banco de Portugal, na medida em que dá maior segurança ao utilizador quando transfere dinheiro para outra conta: ajuda a minimizar o erro e também a combater eventuais situações de fraude.

Antes de iniciar uma transferência através da aplicação de telemóvel ou no homebanking do banco, ser-lhe-á confirmado o nome do titular da conta de pagamento associada ao IBAN, explica. Isso já acontece quando faz uma transferência no ATM, em que o utilizador sabe para onde está a enviar o dinheiro. Essa informação vai passar a ser pré-visualizada também quando faz operações através da app ou site.

O Banco de Portugal está ainda a construir outra funcionalidade que permitirá transferir dinheiro através do contacto de telemóvel, em vez do tradicional IBAN, numa solução que será “mais abrangente” do que aquela que já é disponibilizada pelo MB Way.

As duas funcionalidades do Banco de Portugal devem ficar disponíveis no início do próximo ano aos prestadores de serviços de pagamento (PSP) participantes no Sistema de Compensação Interbancária (SICOI), que por sua vez as disponibilizarão aos seus utilizadores através dos seus canais.

Entre outras competências, o Banco de Portugal tem a responsabilidade de regular, fiscalizar e promover um bom funcionamento dos sistemas de pagamentos e é nesse sentido que está a avançar para estas iniciativas. Um dos objetivos com estas soluções passa por impulsionar as transferências imediatas.

Continue a ler esta notícia

Relacionados