Schmidt: «Não posso aceitar a forma como os adeptos protestam com os jogadores» - TVI

Schmidt: «Não posso aceitar a forma como os adeptos protestam com os jogadores»

Roger Schmidt no Benfica-Rangers (FILIPE AMORIM/Lusa)

Técnico dos encarnados garante que lida bem com as críticas, mas apela aos adeptos para que apoiem a equipa nos momentos mais difíceis

Relacionados

Roger Schmidt, em declarações à flash interview da Sport TV, após a vitória do Benfica por 3-1 diante do Farense, a contar para a 30.ª jornada da Liga:

«É sempre importante mostrar uma boa reação após a derrota na Liga Europa, dominámos o jogo e no fim foi uma boa vitória. Desperdiçámos alguma oportunidades e no futebol temos de aproveitar todas, temos de estar mais focados e melhorar nesse aspeto. Começámos bem mas ainda existem coisas a melhorar.

Jogámos 120 minutos na quinta-feira e achei importante rodar a equipa, queremos terminar a a época desta forma, para que todos possam mostrar o que valem. Estou feliz pelo Carreras, é um jogador muito motivado, já podia ter marcado há alguns jogos, claro que pode melhorar mas fico muito feliz por ele. Aquilo que os jogadores têm de fazer é mostrar uma atitude profissional e estarem prontos para fechar a época num bom nível. Temos mais quatro jogos pela frente e queremos somar o maior número de pontos possível. Claro que é pouco provável que sejamos campeões, mas não é impossível.

Não posso aceitar a forma como os adeptos protestaram, há muitos adeptos que apreciam o que os jogadores fazem. Não tenho problemas com as críticas, mas a forma como se comportaram, as pessoas mais negativas, não é bom para a equipa e reduz as nossas hipóteses de ganhar os jogos. Nos últimos 20 minutos contra o Marselha estavam a assobiar a equipa quando estávamos a ganhar. Nós não pedimos nada de especial, só que apoiem a equipa nos momentos mais difíceis, é isso que esperamos. É difícil para os jogadores, é difícil jogar no Benfica, mesmo para os mais veteranos que retiram muita motivação do apoio dos adeptos. É difícil de perceber a reação de algumas pessoas. Espero, no entanto, que apenas aqueles que querem apoiar a equipa se dirijam ao estádio no jogo contra o Sp. Braga».

Continue a ler esta notícia

Relacionados