Schmidt: «O jogo com o Sporting não vai ser decisivo» - TVI

Schmidt: «O jogo com o Sporting não vai ser decisivo»

Treinador alemão só vai pensar no jogo do Dragão quando terminar o de Alvalade

Relacionados

Roger Schmidt não poupa elogios ao Sporting e antevê um «grande jogo» para esta quinta-feira no Estádio de Alvalade relativo à primeira mão da meia-final da Taça de Portugal, mas também diz que o jogo «não é decisivo».

«É um grande jogo frente a uma das equipas de topo em Portugal. É o primeiro jogo da meia-final da Taça de Portugal, é um Sporting-Benfica, é um grande jogo. As duas equipas já demonstraram muita qualidade, portanto espero um grande jogo. Claro que vamos dar o nosso melhor para fazer um bom jogo e conseguir um bom resultado», começou por enunciar na abertura da conferência de imprensa de antevisão do dérbi.

Quanto ao adversário, Roger Schmidt destaca a qualidade da equipa, mas também do treinador, Ruben Amorim. «O Sporting, na minha opinião, é uma equipa muito completa. Tem muita qualidade individual, têm jogadores muito bons para o sistema em que jogam, para o estilo de jogo que praticam. Têm um bom treinador, estão bem preparados fisicamente e têm uma abordagem clara aos jogos. É por isso que estão a jogar bem, são muito eficientes e muito perigosos no ataque. Isto é válido para as duas equipas, quando se ganha de forma consistente há sempre algo de especial. O Sporting está num bom momento», atirou.

Logo depois do jogo com o Sporting, o Benfica vai ao Dragão defrontar o FC Porto para o campeonato, antes do primeiro jogo com os escoceses do Glasgow Rangers, para os oitavos de final da Liga Europa. Roger Schmidt prefere encarar um jogo de cada vez.

«O jogo de amanhã não vai ser decisivo para a meia-final da Taça de Portugal, há outro jogo, não pode ser decisivo. Há muitos jogos ao longo da temporada, as duas equipas já têm muitos pontos e isso mostra que as duas são capazes de vencer jogos difíceis. Cada jogo na liga portuguesa é um grande desafio. É o que temos de fazer nas próximas semanas e até ao final da época, também nas outras competições», comentou.

Uma ideia que o treinador procurou sustentar de forma mais clara em relação ao jogo desta quinta-feira. «Para mim não é decisivo, tentamos sempre conseguir alguma vantagem para os últimos jogos, estamos a trabalhar para isso, a outra equipa também está a fazer o mesmo. A certo ponto da época, mais para o final, podes ter uma vantagem para vencer o campeonato ou a taça, mas neste momento não estamos a pensar numa fase decisiva da temporada, estamos apenas focados em cada um dos jogos», acrescentou.

Continue a ler esta notícia

Relacionados