Schmidt: «Um ponto é melhor que nada, temos de aceitar» - TVI

Schmidt: «Um ponto é melhor que nada, temos de aceitar»

Vitória de Guimarães-Benfica (HUGO DELGADO/LUSA)

A análise do treinador do Benfica ao empate em casa do Vitória de Guimarães

Relacionados

O treinador do Benfica, Roger Schmidt, em declarações na flash interview da SportTV após o empate em casa do Vitória de Guimarães (2-2), em jogo da 21.ª jornada da Liga:

«É sempre jogar difícil aqui, ainda mais com estas circunstâncias. Um ponto é melhor que nada, temos de aceitar, é um resultado justo. O Vitória jogou bem. Aceitamos o empate.

O relvado estava diferente, tivemos de adaptar o nosso estilo de jogo. Na segunda parte foi difícil fazer combinações ou passes curtos. Tivemos de jogar de maneira totalmente diferente. Não foi uma questão tática, foi uma questão de nos adaptarmos às circunstâncias.

Quando se marca primeiro, é mais fácil defender num campo destes do que atacar. Metemos o Arthur para ter uma referência, claro que temos de jogar bolas longas num relvado destes. Com o segundo deles, foi mais difícil.

[Aposta em Di María e Rafa na frente do ataque] Tudo foi afetado por causa do relvado. A maneira como marcámos o primeiro golo foi o que queríamos para hoje. Infelizmente foi difícil chegar à área. Não foi dácil pôr um plano em prática.

Perdemos dois pontos hoje, mas conseguimos um ponto. Tivemos de ganhar muitos jogos no passado e vamos ter de ganhar mais jogos no futuro.»

Continue a ler esta notícia

Relacionados