Costa considera que nomeação do bispo Américo Aguiar para cardeal “prestigia Portugal” - TVI

Costa considera que nomeação do bispo Américo Aguiar para cardeal “prestigia Portugal”

  • Agência Lusa
  • AM
  • 9 jul 2023, 15:03
António Costa (FILIPE AMORIM/LUSA)

Papa Francisco anunciou que vai nomear 21 novos cardeais, incluindo o bispo Américo Aguiar, o único português do grupo

Relacionados

O primeiro-ministro felicitou este domingo com “enorme satisfação” o bispo auxiliar de Lisboa, Américo Aguiar, pela nomeação para cardeal, considerando que a escolha do Papa Francisco “muito prestigia Portugal”.

“Uma escolha que reconhece o bispo auxiliar de Lisboa como figura ímpar da Igreja Católica e que muito prestigia Portugal. A poucos dias da Jornada Mundial da Juventude, a que D. Américo Aguiar tem dedicado tanto esforço e empenho, este anúncio do Papa Francisco enche-nos de alegria”, lê-se na mensagem de António Costa divulgada no Twitter.

De acordo com uma publicação do canal Vatican News na rede social Twitter, o Papa Francisco anunciou este domingo, após a recitação da oração do Angelus, um consistório em 30 de setembro, véspera do início da próxima Assembleia Sinodal, para a criação de 21 novos cardeais, incluindo o bispo Américo Aguiar, o único português do grupo.

Em reação, Américo Aguiar considerou que a sua nomeação “é uma homenagem à juventude portuguesa” e admitiu estar surpreendido com a notícia.

“Eu li [a decisão] como um gesto do Papa Francisco em relação aos jovens e ao que nos diz insistentemente, de os jovens se levantarem e assumirem o protagonismo nas suas vidas. […] Nós somos meros intermediários que vamos ajudar a que isso possa ser ainda mais incentivado junto dos jovens”, disse Américo Aguiar.

Américo Aguiar, que é o responsável máximo da Igreja Portuguesa pela realização da Jornada Mundial da Juventude, em Lisboa e em Loures, na primeira semana de agosto, vai ser o 48.º cardeal português, segundo a agência Ecclesia.

Atualmente bispo auxiliar de Lisboa, Américo Aguiar, de 49 anos, é natural de Leça do Balio, Matosinhos, e desempenhou as funções de pároco de São Pero de Azevedo (Campanhã) entre 2001 e 2002, foi notário da Cúria Diocesana do Porto entre 2001 e 2004, chefe do gabinete de informação e comunicação da Diocese do Porto entre 2002 e 2015, vigário geral e chefe de gabinete dos bispos Armindo Lopes Coelho, Manuel Clemente e António Francisco dos Santos, tendo exercido as funções de capelão-mor da Misericórdia do Porto.

Foi também pároco da Sé entre 2014 e 2015 e foi nomeado cónego do Cabido da Sé do Porto em 2017.

Desde 2011, Américo Aguiar preside à direção da Irmandade dos Clérigos e, em 2016, assumiu a presidência do Conselho de Gerência do Grupo Renascença Multimédia, além de desempenhar as funções de diretor do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais, organismo da Conferência Episcopal Portuguesa.

Continue a ler esta notícia

Relacionados