GNR intensifica ações no Carnaval e alerta que explosivos não são brinquedos - TVI

GNR intensifica ações no Carnaval e alerta que explosivos não são brinquedos

  • Agência Lusa
  • MJC
  • 8 fev, 13:23
Carnaval em Ovar

A Guarda sublinha que este é um período propício “a comportamentos de risco”, tais como um maior consumo de bebidas alcoólicas e/ou droga, fatores que potenciam situações de conflito, a probabilidade da ocorrência de acidentes de viação e de incidentes de ordem pública

Relacionados

A Guarda Nacional Republicana vai intensificar as ações de sensibilização, patrulhamento e fiscalização nos locais de festejos de Carnaval, de venda de artigos pirotécnicos e nos principais acessos a zonas de eventos, em todo o território.

“O objetivo desta operação é prevenir a venda e utilização de material pirotécnico, combater a criminalidade, contribuir para a redução da sinistralidade rodoviária, garantir a fluidez do tráfego e apoiar todos os cidadãos, potenciando o sentimento de segurança, proximidade e confiança”, anunciou a GNR, em comunicado.

A Guarda sublinhou, no documento, que este é um período propício “a comportamentos de risco”, tais como um maior consumo de bebidas alcoólicas e/ou droga, fatores que potenciam situações de conflito, a probabilidade da ocorrência de acidentes de viação e de incidentes de ordem pública.

“Esta data festiva está também associada à utilização de artigos pirotécnicos, vulgo “bombas de carnaval” (bombinhas de carnaval, bombas de arremesso, petardos e estalinhos)”, especificou a GNR, alertando que estes artigos não são brinquedos, mas “verdadeiros explosivos” que podem provocar “acidentes muito graves”, sobretudo em crianças e jovens.

Assim, a GNR, irá direcionar as ações de prevenção e de patrulhamento para o tráfico de estupefacientes, posse de material pirotécnico, furtos e roubos, alterações de ordem pública, atos de vandalismo e fiscalização rodoviária.

A Guarda vai priorizar o controlo da condução sob a influência do álcool e de substâncias psicotrópicas, do excesso de velocidade, do uso do telemóvel em condução, da condução sem carta e de manobras perigosas, especialmente de ultrapassagem, mudança de direção e cedência de passagem.

Será também fiscalizado o excesso de lotação dos veículos e a utilização de cinto de segurança e de cadeiras para crianças.

A operação "Carnaval 2024" decorre até 14 de fevereiro.

Continue a ler esta notícia

Relacionados