Norte do Chile em alerta após sismo e aumento da atividade em vulcão - TVI

Norte do Chile em alerta após sismo e aumento da atividade em vulcão

  • Agência Lusa
  • 11 dez 2022, 08:37
Vulcão Lascar (AP Photo/Raul Bravo)

O vúlcão Láscar “acordou” no sábado às 12:36 (15:36 em Lisboa), após enviar um sinal sísmico

O norte do Chile está em alerta após um aumento da atividade do vulcão Láscar, que resultou num sismo e numa coluna de cinzas com seis quilómetros de altura.

O município de San Pedro de Atacama decretou no sábado o nível de alerta amarelo – o segundo mais elevado –, acionado quando um vulcão apresenta atividade instável, com pequenas explosões e aparecimento de fumarolas.

As autoridades estabeleceram um perímetro de segurança de cinco quilómetros em torno do vulcão, situado na Cordilheira dos Andes, a 1.600 quilómetros da capital, Santiago, e enviaram alertas ao transporte aéreo na área.

O Serviço Nacional de Geologia e da Indústria de Mineração do Chile avançou num comunicado que o Láscar “acordou” no sábado às 12:36 (15:36 em Lisboa), após enviar um sinal sísmico.

O aumento da atividade vulcânica do Láscar resultou numa “pluma vulcânica, que segundo observações de satélite se ergueu seis mil metros acima da cratera”, acrescenta o comunicado.

Não foram até ao momento avançados quaisquer feridos ou danos a infraestruturas. A aldeia de Talabre, a 30 quilómetros da cratera, foi, entretanto, colocada em alerta pelas autoridades locais para uma possível evacuação.

O Láscar, com 5.592 metros de altura, está localizado na região de Antofagasta, a 70 quilómetros de San Pedro de Atacama, um dos principais centros turísticos do norte do Chile.

O vulcão, que registou atividade semelhante em 2006 e 2015, entrou em erupção pela última vez em 1993.

O alerta vulcânico amarelo também está ativo no Chile para o complexo vulcânico Nevados de Chillán, 385 quilómetros a sul de Santiago, e para Villarrica, a 800 quilómetros da capital.

Continue a ler esta notícia