Detido na alfândega com 100 cobras vivas dentro das calças - TVI

Detido na alfândega com 100 cobras vivas dentro das calças

  • CNN
  • Fred He, Alex Stambaugh e Jack Guy
  • 10 jul, 12:16
O homem tinha 104 cobras vivas nas suas calças quando foi detido pelos funcionários da alfândega. Alfândega de Shenzhen

Foram identificadas cinco espécies diferentes de cobras

Um homem foi apanhado a tentar contrabandear mais de 100 cobras vivas para a China continental, metendo-as nas calças, segundo as autoridades aduaneiras do país.

Os funcionários da alfândega da cidade de Shenzhen, no sul da China, interceptaram o homem que viajava pelo porto de Futian, um posto de controlo entre Hong Kong e a China continental, informou a agência num comunicado na terça-feira.

Foram identificadas cinco espécies diferentes de cobras. Alfândega de Shenzhen

Durante uma inspeção, os agentes encontraram seis sacos de lona com cordão selados com fita adesiva nos bolsos das calças.

"Os agentes abriram os sacos e verificaram que cada um deles continha várias cobras vivas de várias formas e cores", refere o comunicado. "Após a contagem, foi encontrado um total de 104 cobras".

Cinco espécies de cobras foram identificadas mais tarde - a cobra de leite, a cobra de nariz de porco ocidental, a cobra do milho, a cobra de rato do Texas e a cobra de touro - quatro das quais não são nativas da China. Nenhuma das espécies é venenosa. O comunicado refere que o incidente ocorreu "há alguns dias", mas não especifica quando.

A agência alfandegária não disse se o homem foi detido, mas avisou que "se os regulamentos forem violados, a alfândega irá procurar a responsabilidade legal de acordo com a lei".

Em junho, um outro homem foi detido ao tentar contrabandear 454 tartarugas em vias de extinção de Macau para a China continental.

Continue a ler esta notícia