Polícia resgata mil gatos na China que iam ser vendidos como comida pelo preço de 19.400€ - TVI

Polícia resgata mil gatos na China que iam ser vendidos como comida pelo preço de 19.400€

  • CNN Portugal
  • AM
  • 26 out 2023, 13:45
O seu gato pode também demonstrar secretamente a sua afeição pelo modo como olha para si, escreve Emily Blackwell.

Iam ser vendidos como espetadas e salsichas de porco e de cordeiro

Mil gatos que iam ser abatidos e vendidos como se fossem carne de porco ou de carneiro foram resgatados pela polícia na China, avança a CNN Internacional, que cita o jornal chinês Papper.

O camião que transportava os animais para o sul foi intercetado pela polícia a 12 de outubro na cidade de Zhangjiagang, no leste do país, depois de uma denúncia de ativistas do bem-estar animal. A denúncia foi feita depois de os ativistas terem descoberto que um cemitério em Zhangjiagang era usado como canil para armazenar um grande número de gatos antes de serem colocados em camiões de transporte.

O resgate, que revelou um comércio ilícito de carne de felino, acabou com os gatos a serem levados para o Centro de Resgate Mengtaqi em Taicang. Não ficou claro se os animais eram vadios ou de estimação.

Certo é que no destino iam ser vendidos como espetadas e salsichas de porco e de cordeiro. Se tivessem chegado ao mercado, estes animais podiam ter rendido até 20.500 dólares (cerca de 19.400 euros).

“A carne de gato é vendida a 4.5 yuan (0,58€) o quilo, mas o carneiro no mercado custa 30 yuans (3.89€) o quilo. Um gato pesa sete ou oito quilos e, depois de despido, pesa cerca de quatro ou cinco quilos de carne de gato, que fingem ser carneiro e porco. A diferença é tudo lucro - desde que consigam um gato têm lucro", afirmou um ativista ao jornal chinês.

Continue a ler esta notícia