China renova alerta por altos níveis de poluição - TVI

China renova alerta por altos níveis de poluição

  • Agência Lusa
  • AM
  • 1 nov 2023, 12:35
Poluição em fábrica chinesa (Getty Images)

Pequim, que decretou o alerta vermelho – nível máximo -, amanheceu com o céu coberto por um denso manto de poluição pelo quarto dia consecutivo

O Observatório Meteorológico da China renovou esta quarta-feira o alerta em vigor desde domingo devido aos altos níveis de poluição em várias zonas do país, incluindo Pequim.

O alerta amarelo - nível intermédio numa escala de três - adverte para o “espesso manto de poluição” nas províncias de Hebei, Liaoning e Sichuan e nos municípios de Tianjin, Chongqing e Pequim.

As autoridades advertiram que a visibilidade pode ser reduzida para menos de 200 metros em algumas zonas e pediram aos condutores que moderem a velocidade, bem como a aplicação de medidas preventivas nos aeroportos, autoestradas e terminais marítimos.

Pequim, que decretou o alerta vermelho – nível máximo -, amanheceu com o céu coberto por um denso manto de poluição pelo quarto dia consecutivo.

A densidade das partículas PM 2.5 - as mais finas e suscetíveis de se infiltrarem nos pulmões - supera os 150 microgramas por metro cúbico, seis vezes mais do que o máximo recomendado pela Organização Mundial de Saúde.

As autoridades da capital impuseram na terça-feira restrições à circulação de automóveis nas zonas mais afetadas e aconselharam os residentes, especialmente os idosos, as crianças e as pessoas com problemas respiratórios, a permanecerem em casa e a evitarem atividades ao ar livre para protegerem a sua saúde.

Embora a China aplique há vários anos medidas para melhorar a qualidade do ar, a poluição continua a ser um problema recorrente na capital durante o inverno, agravado, entre outros fatores, pela queima de carvão para aquecimento das habitações no norte do país.

Continue a ler esta notícia