Prepare-se, chuva volta e temperaturas descem na quinta-feira - TVI

Prepare-se, chuva volta e temperaturas descem na quinta-feira

  • CNN Portugal
  • AM com Lusa
  • 20 fev, 09:02
Chuva (Associated Press)

Há ainda sete distritos do continente vão estar sob aviso laranja por causa da agitação marítima

A chuva regressa a Portugal Continental a partir de quinta-feira. De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), para quinta-feira é esperado céu muito nublado, diminuindo gradualmente de nebulosidade a partir do meio da tarde de norte para sul. Está ainda prevista uma pequena descida da temperatura máxima

Na região Norte, vão ocorrer períodos de chuva que se deverão estender gradualmente às restantes regiões, "passando a regime de aguaceiros nas regiões Norte e Centro a partir da tarde e que serão de neve acima de 1000/1200 metros de altitude".

Já o vento vai soprar de fraco a moderado de sudoeste, "rodando gradualmente para noroeste e soprando moderado a forte (30 a 45 km/h), em especial durante a tarde, no litoral, com rajadas até 60 km/h, e nas terras altas, com rajadas até 80 km/h".

Por causa da previsão de agitação marítima, sete distritos do continente vão estar sob aviso laranja na quinta e na sexta-feira, prevendo-se ondas de noroeste com 5 a 7 metros, podendo atingir 12 metros de altura máxima.

Os distritos de Porto, Viana do Castelo, Lisboa, Leiria, Aveiro Coimbra e Braga vão estar sob aviso amarelo entre as 12:00 e as 18:00 de quinta-feira devido à agitação marítima, passando depois a laranja.

O aviso laranja para estes distritos vai estar em vigor entre as 18:00 de quinta-feira e as 07:00 sexta-feira.

O IPMA emitiu também aviso amarelo para os distritos de Faro, Setúbal e Beja por causa do estado do mar, prevendo-se ondas de noroeste com 4 a 5 metros, entre as 00:00 e as 07:00 de sexta-feira.

O aviso laranja é emitido pelo IPMA sempre que existe "situação meteorológica de risco moderado a elevado e o amarelo quando há uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

Continue a ler esta notícia