F-16 dos EUA despenha-se ao largo da Coreia do Sul. É o terceiro seguido - TVI

F-16 dos EUA despenha-se ao largo da Coreia do Sul. É o terceiro seguido

  • CNN
  • Brad Lendon e Oren Liebermann,
  • 31 jan, 11:44
Falcon (Senior Airman Karla Parra/U.S. Air Force)

Causa da emergência em voo está a ser investigada

Um caça F-16 da Força Aérea dos Estados Unidos despenhou-se depois de ter sofrido uma emergência durante o voo ao largo da costa da Coreia do Sul, na quarta-feira, no terceiro acidente com um dos aviões militares norte-americanos com base na Coreia em menos de um ano.

O incidente ocorreu durante uma missão de treino sobre as águas a oeste da península coreana, por volta das 08:41 horas locais, de acordo com um comunicado da Base Aérea de Kunsan, a cerca de 110 milhas (180 quilómetros) a sul da capital Seul.

O piloto, designado para a 8ª Ala de Caça, ejetou-se com segurança e foi resgatado cerca de 50 minutos após o acidente, segundo o comunicado da Força Aérea. O piloto estava consciente e foi levado para uma instalação médica para avaliação, informou a base.

"Estamos muito gratos às forças de resgate da República da Coreia e a todos os nossos colegas de equipa que tornaram possível a rápida recuperação do nosso piloto", afirmou o coronel Matthew Gaetke, comandante da 8ª Ala de Caças, em comunicado. "Agora vamos concentrar-nos na busca e recuperação da aeronave".

A causa da emergência em voo está a ser investigada, adiantou a base.

O acidente de quarta-feira foi o terceiro de um F-16 com base na Coreia do Sul em menos de um ano, embora não haja indicações de que estejam relacionados.

F-16 Fighting Falcon atribuído ao 80º Esquadrão de Caça descola da Base Aérea de Kunsan, Coreia do Sul, a 18 de setembro de 2023 (Sargento-chefe Samuel Earick/Força Aérea dos EUA)

Em dezembro, um F-16 de Kunsan despenhou-se ao largo da costa ocidental da península durante um treino.

O piloto foi ejectado e resgatado pelas forças marítimas sul-coreanas, informou na altura a 8.ª Ala de Caças, acrescentando que não seriam divulgadas mais informações sobre o acidente até estar concluída a investigação.

Em maio de 2023, um F-16 despenhou-se numa zona agrícola perto da base aérea de Osan, a sul de Seul, durante um treino. O piloto dessa aeronave também se ejetou em segurança e o caso foi remetido para investigação.

O F-16 é o cavalo de batalha dos caças da Força Aérea dos EUA, com 738 jactos monomotores na frota, de acordo com o estudo "World Air Forces 2024" da Flight Global. A Força Aérea diz que os F-16 constituem cerca de metade do seu inventário de caças.

O serviço perde entre três e quatro unidades da aeronave a cada ano devido a acidentes em todo o mundo, de acordo com estatísticas do Centro de Segurança da Força Aérea, fornecidas pela última vez após o ano fiscal de 2021.

Continue a ler esta notícia

EM DESTAQUE