Idoso espancado até à morte no México enquanto entregava donativos - TVI

Idoso espancado até à morte no México enquanto entregava donativos

  • TVI
  • CNC
  • 3 mai 2023, 13:07
Rudy Lazo (FB)

Rudy Lazo vivia nos Estados Unidos e ia muitas vezes ao México entregar bens a famílias carenciadas

Um homem, de 79 anos, foi espancado até à morte enquanto transportava bens essenciais, roupas e brinquedos para famílias carenciadas em Tijuana, no México.

Os filhos de Rudy Lazo contaram que o pai tinha por hábito deslocar-se a terras mexicanas para ajudar os mais necessitados. O idoso, originário de El Salvador, mudou-se para os Estados Unidos nos anos 80 e nunca esqueceu as lutas que as pessoas de outros países enfrentam. Por isso, era frequente deslocar-se ao México para entregar donativos.

"Foi sempre uma pessoa muito generosa, ajudava toda a gente", contou Juan Carlos Lazo, filho de Rudy, à NBC Los Angeles.

De acordo com o The Guardian, a família de Rudy percebeu que algo não estava bem, quando este não regressou a casa, depois de uma das suas viagens solidárias. E as suspeitas confirmaram-se, quando as autoridades mexicanas a notificaram da sua morte. Rudy Lazo tinha sido espancado até à morte e, aparentemente, o seu camião e carga teriam sido roubados, uma vez que não havia sinais de nenhum deles.

Juan Carlos teve de deslocar-se ao México para identificar o corpo do pai. "Ele não merecia isto, nenhum ser humano merece", apontou.

"Provavelmente, ele pensou que não ia ter problemas, porque era idoso", desabafou Claudia Hernandez, a filha da vítima, à NBC.

As autoridades mexicanas não anunciaram qualquer detenção.

Segundo a Patch, a morte de Rudy Lazo ocorre depois de as autoridades americanas terem emitido alguns avisos para que as pessoas evitassem viagens ao México este ano, incluindo à Baixa Califórnia, devido a um elevado risco de rapto e homicídio. Este aviso foi emitido pouco depois da morte de Elliot Blair, de 33 anos, ter ocorrido sob circunstâncias suspeitas.

Continue a ler esta notícia