Agrediu e violou a ex-companheira durante 21 horas. Ficou em prisão preventiva - TVI

Agrediu e violou a ex-companheira durante 21 horas. Ficou em prisão preventiva

  • TVI
  • MSM
  • 5 ago 2023, 11:32
Polícia Judiciária

O suspeito terá aproveitado um encontro com a vítima para raptá-la

Relacionados

Um homem de 36 anos foi detido pela Unidade Nacional Contra Terrorismo da Polícia Judiciária por suspeita de rapto e violação da ex-companheira de 34 anos.

O suspeito terá aproveitado um encontro com a vítima, na Gare do Oriente a 2 de agosto, para raptá-la. O homem manteve a ex-companheira "em cativeiro, durante 21 horas", submetendo-a a "sucessivas agressões e violações", informa a PJ em comunicado.

A vítima e o alegado agressor mantiveram uma "relação marital", até 21 de julho. Nessa altura, a mulher decidiu pôr fim ao relacionamento de "caráter abusivo", devido a "frequentes episódios de agressões, violações e privações de liberdade".

Depois de presente às autoridades competentes, o suspeito ficou em prisão preventiva.

Continue a ler esta notícia

Relacionados