Operação Aço: três anos de investigação, buscas em vários distritos, três detidos por tráfico e posse de arma - TVI

Operação Aço: três anos de investigação, buscas em vários distritos, três detidos por tráfico e posse de arma

  • Agência Lusa
  • MSM
  • 1 fev, 09:27
PSP

A PSP apreendeu diversas armas, munições, droga e dinheiro

Relacionados

Três pessoas foram detidas por suspeita de tráfico de droga e posse de arma de fogo, numa operação que envolveu 36 mandados de busca nos distritos de Setúbal, Lisboa, Leiria e Santarém, anunciou a PSP esta quinta-feira.

Em comunicado, a Polícia de Segurança Pública (PSP) refere que a operação "Aço", que decorreu na terça-feira, resultou na apreensão de diversas armas, munições, droga e dinheiro.

Foram cumpridos 36 mandados de busca e apreensão nos distritos de Lisboa, Setúbal, Leiria e Santarém, 13 dos quais domiciliários.

No total, foram apreendidas cinco armas de fogo longas de calibre 12 GA, duas armas de fogo curtas de calibre 6.35 mm, uma de alarme com 34 munições, outras cinco munições de calibre 22, cocaína, haxixe e MDMA (conhecida como ecstasy).

As autoridades apreenderam ainda 117 unidades de produtos anabolizantes, 5.100 euros em numerário e 10 telemóveis.

Os detidos serão presentes esta quinta-feira a primeiro interrogatório judicial, no DIAP de Lisboa, para aplicação das medidas de coação.

A operação Aço é resultado de uma investigação de três anos da PSP, delegada pela 11.ª Secção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, e que envolveu 58 polícias de várias valências, bem como o apoio da Guarda Nacional Republicana (GNR).

Na nota, a PSP explica ainda que esta investigação surgiu no seguimento da realização da Operação “FLOBERT”, levada a cabo em 2020, que investigava crimes relacionados com tráfico internacional, mediação e transformação de armas de fogo e que resultou na detenção de sete suspeitos e apreensão de diversas armas e munições.

Continue a ler esta notícia

Relacionados