Prisão substituída por trabalho comunitário para homem detido por furto qualificado nos Açores - TVI

Prisão substituída por trabalho comunitário para homem detido por furto qualificado nos Açores

  • Agência Lusa
  • MSM
  • 4 mar, 13:30
PSP

Foi detido em "flagrante delito" e já tinha antecedentes criminais

Relacionados

Um homem foi condenado a quatro meses e 15 dias de prisão, substituídos por 135 horas de trabalho comunitário, por furto qualificado em Água de Pau, Açores, anunciou esta segunda-feira a Polícia de Segurança Pública (PSP), revelando que o suspeito cometeu "diversos ilícitos criminais".

O homem, de 24 anos, natural e residente na vila de Água de Pau, no concelho de Lagoa, na ilha de São Miguel, foi detido "em flagrante delito" pela Polícia de Segurança Pública (PSP), na madrugada de 16 de fevereiro, quando a Esquadra recebeu informação sobre um assalto numa residência, lê-se num comunicado.

Ainda de acordo com o comunicado do Comando Regional da PSP, a residência, também localizada em Água de Pau, foi "assaltada, sendo utilizado para o efeito o escalamento de um muro que circunda a moradia" e posterior arrombamento de uma porta.

O homem viria a ser surpreendido pelos polícias "ainda no interior da residência", tendo na sua posse "alguns artigos".

A PSP revela ainda que o suspeito é um toxicodependente que já cometeu "diversos ilícitos criminais para desta forma sustentar o seu vício da droga".

O detido foi, posteriormente, presente a Tribunal Judicial de Ponta Delgada, tendo sido aplicada, "em processo sumário, a pena de quatro meses e 15 dias de prisão, substituída por 135 horas de trabalho a favor da comunidade", informa o Comando Regional da PSP, em comunicado.

Continue a ler esta notícia

Relacionados