Quase um terço dos jovens no desemprego tem no máximo o 9.º ano - TVI

Quase um terço dos jovens no desemprego tem no máximo o 9.º ano

  • CNN Portugal
  • AM
  • 2 nov 2023, 06:30
Jovens

REVISTA DE IMPRENSA || A maioria dos jovens nesta situação são homens entre os 25 e os 29 anos

Quase um terço dos jovens no desemprego tem no máximo o 9.º ano, avança o jornal Público, que cita um estudo do ISCTE a pedido do IEFP. Segundo o mesmo estudo, as baixas qualificações representam um dos principais entraves à sua entrada no mercado de trabalho e fazem com que demorem mais tempo a procurar emprego.

De acordo com o estudo que analisou a situação dos desempregados entre os 15 e os 29 anos em 2022, no segundo trimestre do ano, apenas 46,9% dos jovens no desemprego tinham concluído o ensino secundário, enquanto 23,65 tinham, no máximo, o 9.º ano. Já 23,5% tinham concluído um curso superior, mestrado ou doutoramento.

A maioria dos jovens nesta situação são homens entre os 25 e os 29 anos.

O estudo mostra ainda que esta percentagem de jovens desempregados se tem mantido relativamente estável ao longo dos últimos anos, sendo de 25,4% em 2019, 21% em 2020 e 19% em 2021.

Continue a ler esta notícia