«Não chega serem bons profissionais à semana e depois bloquearem ao fim de semana» - TVI

«Não chega serem bons profissionais à semana e depois bloquearem ao fim de semana»

  • Rafael Vaz
  • Estádio António Coimbra da Mota, Estoril
  • 10 dez 2023, 23:09
Moreno no Estoril-Desp. Chaves (RODRIGO ANTUNES/Lusa)

Treinador do Desp. Chaves, Moreno, diz que a equipa não pode cometer erros como os que cometeu na derrota frente ao Estoril

Relacionados

O treinador do Desp. Chaves, Moreno, em declarações na conferência de imprensa após a derrota na receção ao Estoril (4-0), em jogo da 13.ª jornada da Liga:

[Golo cedo condicionou a estratégia?] «Sim, foi isso. Uma entrada em jogo muito amorfa da nossa vontade, o Estoril bem. não conseguimos perceber a entrada forte do Estoril e até quebrar o jogo. essa entrada em jogo condicionou o resultado final. Depois a resposta foi razoável, conseguimos equilibrar o jogo na primeira parte. Na segunda parte até entrámos bem, mas depois sofremos golos cuja responsabilidade máxima é minha, mas com erros que a este nível custam caro. Resta dar os parabéns ao adversário, e nós temos de refletir, para estar a este nível não se pode cometer erros deste tipo.

Não sei estar de outra forma que é trabalhar. É com estes atletas que temos de ir à luta. Temos de fazer muito trabalho diário, é a única forma que sei trabalhar. Os atletas trabalham bem, mas não adianta serem bons profissionais durante a semana e depois bloquearem ao fim de semana. Não chega, temos de fazer esta tal reflexão. Para estar neste nível, não dá para estar desta forma em campo. Mas a responsabilidade é minha.

[Mensagem aos adeptos] Aos adeptos, pedir-lhes compreensão. Em relação aos adeptos estou muito confortável, ninguém mais do que eu quer o sucesso, mas sempre disse que ia ser muito difícil, e vai ser. Relembro que esta equipa tinha zero pontos à quinta jornada, agora tem 12. Não está assim tão mau como estava à quinta jornada. Vou manter esta comunicação, este campeonato vai ser muito difícil. Mas não sei estar de outra forma que é agarrar-me ao trabalho e motivar os atletas.

[Os dois médios foram muito macios?] Aqui não há erros individuais. Aqui há um grande responsável que é o treinador, que escolhe os jogadores. Foi um conjunto de erros que nos fez ter outro resultado.»

Continue a ler esta notícia

Relacionados