Donald Trump sai da lista Forbes 400 que agrupa os norte-americanos mais ricos - TVI

Donald Trump sai da lista Forbes 400 que agrupa os norte-americanos mais ricos

  • Agência Lusa
  • MJC
  • 5 out 2023, 08:22
Donald Trump em tribunal (AP)

O património líquido do magnata republicano foi reduzido em 600 milhões de dólares em relação ao ano passado, e o principal motivo é a dramática perda de valor da sua rede social Truth Social

Relacionados

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump saiu da lista dos 400 norte-americanos mais ricos da revista Forbes, visto que a sua fortuna está estimada em 2,6 mil milhões de dólares, colocando-o 300 milhões abaixo do limite.

A revista fez este anúncio na terça-feira, indicando, num artigo, que o património líquido do magnata republicano foi reduzido em 600 milhões de dólares em relação ao ano passado, e o principal motivo é a dramática perda de valor da sua rede social Truth Social.

A empresa-mãe da Truth Social, da qual Trump é o acionista maioritário (90%), caiu de um valor estimado de 730 milhões de dólares para menos de 100 milhões de dólares, refletindo a sua participação minoritária num mercado dominado pelo X (antigo Twitter) e pela sua complicada presença em bolsa, que não prosperou.

As perdas de valor dos seus edifícios de escritórios em São Francisco e Nova Iorque também tiveram influência, devido às perspetivas de menor ocupação no futuro, que em conjunto reduziram cerca de 160 milhões de dólares, detalhou a Forbes.

A lista Forbes 400 esteve ‘obcecada’ durante anos com Trump, que “mentiu incessantemente aos repórteres [da revista] na tentativa de se posicionar mais acima” no ‘ranking’, segundo o artigo, que indica que o ativo mais poderoso que o ex-presidente possui agora é o dinheiro, cerca de 426 milhões de dólares.

O favorito republicano na corrida presidencial de 2024 enfrenta atualmente um processo civil em Nova Iorque por fraude na Trump Organization, que coloca em risco os seus negócios e, justamente nas alegações iniciais, o Ministério Público destacou que além de mentir aos bancos e seguradoras ao inflacionar os seus números, ele enganou a Forbes.

Antes do início do processo, o empresário já foi considerado responsável por fraude empresarial pelo juiz, que também cancelou as suas licenças de operação no Estado, e no julgamento em andamento Trump enfrenta uma multa por danos de até 250 milhões de dólares e a possibilidade de ver vetados todos os negócios no Estado.

Não é a primeira vez que Trump cai da lista, à qual acedeu em 1982, “convencendo um jornalista de que tinha uma percentagem maior da fortuna de Fred [Trump, o seu pai]” do que realmente tinha, e que saiu em 1990, quando as suas dívidas foram tornadas públicas.

Esteve então na lista de 1996 a 2021, e voltou após o anúncio da Truth Social, que agora é a culpado pela sua nova queda.

Continue a ler esta notícia

Relacionados