O Presidente da República recordou o matemático Eduardo Veloso, que morreu esta terça-feira com 94 anos, como "um exímio Comunicador de Ciência" e endereçou as suas condolências à família, colegas e amigos.

Numa nota colocada no seu portal na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa lembra que Eduardo Veloso "serviu Portugal como navegador (dando indicações aos pilotos sobre rotas aéreas)" e foi também professor da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, fundador da Associação de Professores de Matemática, tendo sido por si condecorado em 2016 com a Ordem da Instrução Pública pelos seus serviços à causa da educação e do ensino.

Eduardo Veloso morreu hoje aos 94 anos no Hospital de Cascais, onde estava internado, disse à Lusa a afilhada Margarida Pinto Correia.

O velório será na quarta-feira na Igreja São João de Deus, em Lisboa, e o funeral na quinta-feira no Cemitério dos Olivais, também em Lisboa.

/ NM