Pulsómetro: quem ganhou os primeiros dois debates eleitorais? - TVI

Pulsómetro: quem ganhou os primeiros dois debates eleitorais?

  • CNN Portugal
  • 5 fev, 23:02
Decisão 24

As votações continuam ativas até 18 horas depois do fim do debate

Rui Rocha e Inês de Sousa Real foram os vencedores dos debates da noite desta segunda-feira, a avaliar pelos resultados do Pulsómetro, que, às 22:50, mostravam que o líder da Iniciativa Liberal (IL) foi o preferido dos telespectadores, com 63% dos votos, enquanto Inês de Sousa Real contabilizava à mesma hora 68% dos votos.

As votações do Pulsómetro continuam ativas até 18 horas depois do fim do debate.

Também esta terça-feira, os telespectadores vão poder avaliar, através do Pulsómetro, os debates entre CDU e PAN (18:00, na RTP), a AD e o BE (21:00, na TVI) e o Chega e a IL (22:00 na SIC Notícias).

O Pulsómetro trata-se de um produto tecnológico que se baseia na análise de opiniões de portugueses manifestadas em várias redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram, Reddit e Youtube.

São consideradas apenas opiniões relativas à performance comparativa dos candidatos presentes em cada debate, interpretadas através de um LLM (“large language model”, um modelo de linguagem natural) capaz de realizar uma análise de sentimento às várias interações identificadas. Através deste processo, extrai-se informação que permite formular uma aproximação precisa da opinião pública portuguesa nestes fóruns. O modelo utilizado é desprovido de inclinações políticas, garantindo imparcialidade na interpretação dos dados. Os dados não são nem sugerem uma aproximação a sondagens ou intenções de voto dos portugueses nas eleições legislativas. Eles são sim uma análise à opinião expressada nas redes sociais face a cada um dos debates sob análise. Este projeto tecnológico, inédito no espaço mediático português, é lançado em fase experimental. Ele foi desenvolvido em parceria entre a Augusta Labs e a CNN, garantido a transparência da informação, e visando medir indicadores de sentimento no decurso da campanha eleitoral para as eleições legislativas de 2024.

 

Continue a ler esta notícia

EM DESTAQUE